Release

É natural de Feira de Santana, porém já habitou muitos lares. Salvador, Madrid, São Paulo, Belo Horizonte e (por enquanto), Rio de Janeiro. Além de nômade convicta, é cantora, compositora, empreendedora e também diretora artística, arquiteta e urbanista. Curiosa desde sempre, iniciou sua carreira musical com o EP – a TERRA e o TEMPO, primeiros escritos que viraram música. Amadurecendo as idéias e mergulhando na sua origem indígena (bisavô paterno) criou o  projeto experimental INDIOFUTURISMO, onde decidiu utilizar sons da floresta mesclados com beats eletrônicos. Circulou com o projeto por 02 anos nos estados de São Paulo – Teatro Vasquez, Teatro Guiomar Novaes pelo Edital de Ocupação FUNARTE, no Rio de Janeiro – Festival da Primavera, Ganjah, Sofar Sounds, Festival OCluster, Castelinho do Flamengo, Teatro Ipanema entre outros e Ceará – Centro Cultural Dragão do Mar, além de circular por muitos teatros e casas de show na cidade em que gravou seu primeiro trabalho, Salvador, incluindo a 4a Mostra SESC de Música da Bahia, em 2019. Este show foi ganhador na categoria Destaque Técnico pela Luz, no Prêmio Caymmi de Música II Edição Salvador, Bahia.O projeto está hibernando, em outro campo de estudo, para se tornar uma instalação audiovisual. Como compositora tem parcerias e “aprochegos” sinceros com os tropicalistas Capinan e nesse momento, pro seu novo trabalho, com Tom Zé. CARU já trabalhou com nomes como Tó Brandileone, Kassin, Diogo Strausz, Alberto Continentino, Felipe Guedes, Julia Branco (MG), Juliana Linhares (Pietá), Jadsa (BA), entre outros. Ainda está produzindo seu primeiro documentário, junto ao seu irmão Nelson Oliveira, sobre a vida e obra do Tio-avô Fernando Santos, o primeiro professor de percussão da UFBA, mestre de Carlinhos Brown, Tutty Moreno e Ary Dias.
Após concluir a residência artística do ASA – Arte Sônica Amplificada, realizada pelo Oi Futuro em parceria com as instituições britânicas British Council, Shesaid.so e Lighthouse, presta consultoria criativa para artistas na área da música. Em 2020 foi uma dos 21 artistas selecionados para o programa de Aceleração Labsônica (Oi Futuro + Estúdio Toca do Bandido) entre 900 inscritos do Brasil inteiro. CARU também foi uma das 04 selecionadas para integrar o line-up do Festival Faro (RJ), por votação popular com 4.267 votos orgânicos. Também participou de outros festivais online, como o Festival Siacalme, Festival Rebel Vive e Festival Aceleração Labsônica – Oi Futuro.

NESSE MOMENTO

Desde 2019 vem experimentando, produzindo e gravando com profissionais e músicos renomados. Umbigo de Vênus, uma parceria com o tropicalista Capinan, foi o primeiro Single da leva e contou com nomes como Paulo Mutti (produção musical), Alberto Continentino, Cesinha e Kassin (RJ). Em seguida, Pintas, produzido por Adam Esteves (SP), gerou um videoclipe dirigido pela cineasta Julia Anquier (SP), e um remix. Esse último também ganhou um videoclipe, gravado durante a quarentena, produzido por Luiza Castro (RJ). Eu Gostaria, foi produzido pela dupla Tó Brandileone (SP) e Diogo Strausz (RJ), dois renomadíssimos profissionais da cena, que se uniram para esse trabalho, no qual, Tó dividiu os vocais com CARU. Nina, também em 2019, é o Single-clipe que remete às águas de Salvador, produzida por Felipe Guedes, músico que acompanhou Caetano Veloso em sua última turnê. Todos esses singles estão disponíveis nas plataformas de música streaming e em seu canal do youtube. Seu último single fora lançado dia 19/11/2020 e se chama Do Outono. É o primeiro single-clipe de animação da artista, que foi idealizado pela designer Caren Cê e está disponível em seu canal do youtube.

A produção de CARU – artista e empreendedora – nunca estaciona. Além de se encontrar em fase de pesquisa para a montagem de um documentário sobre a vida e obra do seu tio, o primeiro professor e maestro de percussão e bateria da Escola de Música da Bahia, Fernando Santos (BA), está montando uma startup de música e tecnologia, o WOW Rank com colegas desenvolvedores. Um aplicativo que promete preencher um Gap do mercado do streaming de música. O embrião foi destaque na SIM – SP (Semana Internacional de Música), a maior feira de música da América Latina, na sessão de Pitching de Startups. (saiba mais nesse link: (https://www.simsaopaulo.com/conheca-os-destaques-da-pitch-session-startups-de-musica-e-tecnologia/) e está sendo acelerado pelo Instituto Ekloos, selecionado pelo edital Vamos.Rio, para Negócios de Impacto Social.

Desenvolvido por Grilo Comunicação - Agência de Publicidade em Salvador